15 novembro 2005

O Fiel Jardineiro

Sem dúvida que este é um dos melhores filmes que já vi... É daqueles que quando chegamos a casa ainda continuamos a questionar-nos... e mesmo no dia a seguir há imagens do filme a passar-nos em frente enquanto abrimos e fechamos os olhos. Este Filme é acima de tudo uma história de amor: o amor por uma mulher, por uma causa e por um continente (África). O realizador Fernando Meirelles está sinceramente de Parabéns e estou certa que irá ser compensado por este filme... Obrigatório ver. Aqui fica a sinopse:


"A ficção começa por nos apresentar Justin (Ralph Fiennes), um oficial diplomático do governo britânico, e a sua mulher, Tessa (Rachel Weisz) , uma activista militante. Pouco depois do casamento, Justin é destacado para o Quénia e o casal instala-se em Nairobi. Uns meses mais tarde, Tessa e o seu amigo Arnold (Hubert Kounde), um médico africano, são encontrados mortos. A acção do filme arranca com um crime que aos olhos de Justin prova a infidelidade recente da sua mulher. Atormentado, resolve iniciar uma investigação que o levará a repetir os passos de Tessa. Aos poucos, vai ficando a conhecer melhor o carácter da mulher e constata que ela estava a investigar a actuação ilegal de várias empresas farmacêuticas que, com a conivência das autoridades inglesas, usavam os quenianos como cobaias para testar uma nova vacina contra a tuberculose. Ao longo desta jornada, Justin vai descobrindo um continente que desconhecia por completo, arrastando o espectador nesta sua descoberta.John Le Carré dotou esta história de uma estrutura circular, onde os dados vão sendo revelados de forma parcelar. Fernando Meirelles respeitou esta opção e apresenta-nos um filme com um estilo narrativo fragmentado e não linear que, através de elipses e flashbacks, vai reconstituindo o percurso de Tessa, sem nunca perder de vista o drama íntimo deste casal. «The Constant Gardener» congrega vários géneros, misturando o drama afectivo com o thriller, e abordando as questões sociais e políticas da época.Fernando Meirelles recorre mais uma vez a uma fotografia saturada, ao uso da câmara ao ombro e a uma abordagem quase documental dos espaços, criando assim uma visão crua e orgânica desta realidade. Tal como acontecia em «Cidade de Deus» adopta uma visão estética «suja» que casa bem com o tema da desumanidade e da corrupção que o filme explora."

2 Comments:

Blogger badger said...

Realmente é um Bom filme...

è um bom conselho.... que eu subscrevo!! Muito interessante!!

26.11.05  
Anonymous Anónimo said...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you! Prayer for cancer Thomas baird attorney temple colors contact lens effect special 1992 body eclipse kit Liposuction for man brooklyn Sorling law office hockey school tampa

15.2.07  

Enviar um comentário

<< Home